XPO Logistics investe na digitalização para ajudar os transportadores de carga completa a melhorar a produtividade

Noticias | Madrid, Spain | 6 de Setembro de 2022

Mobile app and XPO truck

XPO Logistics, fornecedor líder em serviços de transporte e distribuição de mercadorias, anunciou a implementação de novas ferramentas tecnológicas para ajudar os seus colaboradores de carga completa (FTL) a melhorar a sua produtividade e a utilizar os veículos de forma mais eficiente. 


As recentes iniciativas de digitalização implementadas pela XPO agilizam os processos administrativos da rede de colaboradores da empresa e contribuem para o seguimento dos quilómetros por carga, entre outras funções. Por outro lado, a XPO implementou uma solução de Inteligência Artificial que permite prever os níveis de procura semanal no serviço FTL e planificar com antecedência a capacidade de carga necessária.  


Estas novas capacidades fazem parte do ecossistema tecnológico de transporte da XPO, criado em torno do seu sistema XPO Connect e da aplicação móvel Drive XPO. Estas ferramentas digitais, amplamente adotadas pela rede de colaboradores da empresa no Sul da Europa e Marrocos, aportam importantes vantagens na gestão das cargas, na traçabilidade das mercadorias em trânsito, na documentação das entregas e na planificação de rotas para reduzir quilómetros em vazio e tempos de condução. 


Massimo Marsili, diretor geral da XPO Logistics para a região Sul da Europa e Marrocos destacou: “O investimento em tecnologia é uma prioridade constante na XPO. Apostamos na digitalização com o objetivo de reforçar o funcionamento das cadeias de abastecimento e reduzir o risco para os transportadores. Os nossos colaboradores são essenciais para esta evolução e queremos apoiá-los para que sejam o mais produtivos possível.” 
Para além da implementação das novas ferramentas tecnológicas, a XPO reforçou as suas equipas de gestão de transporte e de serviço aos seus colaboradores, para oferecer um apoio personalizado aos condutores de FTL, assim como uma atribuição seletiva de cargas que coincidam com as preferências dos transportadores.