EU Newsroom

Um Estudo da XPO Logistics Destaca a Confiança nos Prazos de Entrega das Encomendas Online Durante esta Época Histórica

Noticias | Lyon, France | 19 de Novembro de 2020

85% dos consumidores e 91% dos comércios a retalho mostram-se optimistas na sua experiência de compras online

A XPO Logistics, pioneira em soluções para a cadeia de abastecimento à esfera global, publicou recentemente os resultados de um estudo realizado em Outubro acerca das tendências do comércio electrónico durante o COVID-19. A empresa aumentou o alcance da sua última sondagem realizada passando a incluir os comércios a retalho e os consumidores dos Estados Unidos, Reino Unido, França e Espanha, focalizando-se nos hábitos de consumo desta época natalícia. 
 
Diversos analistas do comércio a retalho estimam uma mudança de tendência na actividade do sector retail no quarto trimestre de 2020, para um maior gasto em comércio electrónico. A sondagem revela que os compradores e vendedores estão optimistas, de forma praticamente unânime, quanto à capacidade de as cadeias de abastecimento fazerem face ao aumento da procura, apesar de redobradas as restrições de segurança.  

Principais conclusões dos consumidores

 

  • 85% das pessoas entrevistadas consideram que as suas compras de Natal online vão chegar a tempo 
  • 51% dos participantes tendem a comprar prendas na Internet, ao passo que 27% optam por comprar em lojas físicas, com o canal online como sua segunda opção  
  • 60% dos entrevistados salientam o preço como sendo o factor mais importante na hora de fazer compras durante as festas 

 
Embora os consumidores que responderam à sondagem tenham assinalado alguns inconvenientes das compras online, como a impossibilidade de ver o produto presencialmente (30%), a maioria confia no processo em si. Foram relativamente poucos os participantes que se mostraram preocupados com a questão de produtos danificados (12%) ou ainda com o processo de devolução (9%). 

Principais conclusões dos comércios a retalho

  • 91% dos participantes sentem-se preparados a gerir o aumento de encomendas de comercio electrónico, e 57% planeiam antecipar os descontos em comparação com épocas natalícias anteriores 
  • 62% dos comerciantes entrevistados já recorreram ou ponderam recorrer a uma empresa de logística e transporte para os ajudar a gerir a cadeia de abastecimento
  • 60% dos comerciantes entrevistados já solicitaram ou contam pedir ajuda para o armazenamento, seja de forma interna ou através de fornecedores externos 

Os comércios de venda a retalho entrevistados, em contrapartida, mostram alguma preocupação no que diz respeito à gestão de volumes de actividade históricos durante a pandemia, citando os níveis de inventário e a tecnologia entre os factores que provavelmente estarão submetidos a uma maior pressão. 
 
Malcolm Wilson, CEO da XPO Logistics Europe, comentou: "Há mais de sete meses que apoiamos de forma constante as cadeias de abastecimento dos nossos clientes durante o COVID-19, mantendo a máxima segurança para as nossas equipas. Registamos um interesse sem igual por parte dos comerciantes a retalho de comercio electrónico e omnicanal no que toca à externalização da sua logística. A nossa tecnologia e dimensão conferem grandes vantagens à gestão da experiência do consumidor destes clientes".  
 
A empresa de sondagens independente Statista realizou estes inquéritos entre os dias 14 e 27 de Outubro de 2020. Todos os consumidores entrevistados são maiores de idade. Por sua vez, os comerciantes a retalho que participaram têm pelo menos um canal de venda online, com ou sem lojas físicas.